Saber como contratar empregada doméstica é algo difícil. Pense bem: escolher uma pessoa para estar dentro da sua casa convivendo muitas horas do dia com seus filhos é uma coisa complicada e bastante assustadora.

Está quase no topo da lista de “coisas que não gostamos de fazer”. Às vezes, entrevistas e currículos não nos agradam. Nem sequer as famosas indicações conseguem nos conquistar ou fazer confiar.

Mas vamos lá…

Recepcione suas candidatas com acolhimento. Tenha uma água para oferecer ou um café. É simpático – mostra que vocês já começaram bem. Você vai fazer algumas perguntas e todos os detalhes devem ser anotados e avaliados.

O que você precisa avaliar com cuidado?

1. Esta pessoa não pode ser distraída

Para alguém que vai manter a casa limpa, a distração é uma inimiga. O detalhismo, pelo contrário, é fundamental. É necessário que essa pessoa saiba lidar bem com pontos cegos da casa. E o mais importante: não pode ser alguém a quem você precisa – todos os dias – passar um roteiro sobre o quê deve ser feito.

2. Esta pessoa deve se adaptar ao ambiente

Você tem uma rotina na sua casa e, obviamente, o seu empregado doméstico precisa dar conta de se adaptar. Por isso, mapeie os graus de dificuldade que o candidato terá para lidar com aquilo. Por exemplo: se você tem um filho adolescente que treina bateria três vezes na semana… Será que o funcionário saberá lidar com o barulho?

3. Uma pessoa alérgica não é o perfil ideal

Pergunte sobre produtos de limpeza. Você deve se certificar de que ela pode ter contato manual com produtos químicos como desinfetantes e alvejantes. Da mesma forma pessoas que são alérgicas a poeira não são aptas candidatas para trabalhar com limpeza.

4. Saiba quais são critérios da candidata para ausências

Pergunta se há alguma razão pela qual ela pode vir a faltar ao trabalho. Interesse-se sobre o como ela tratava essa questão no seu trabalho anterior. Há familiares que dependem dela? Quais os métodos ela usa para avisar sobre ausência programada e ausência inesperada? Informe-se sobre tudo isso.

5. Entenda os motivos de ela ter abandonado o último trabalho

É importante questionar qual foi a razão pela qual saiu do último trabalho. Além disso, pergunte se ela foi demitida ou pediu demissão. Questione também como aconteceu esse processo (ela indicou alguém ou esperou o patrão encontrar alguém?). Todas essas são questões importantes para saber o nível de engajamento que a pessoa está disposta a ter com esse trabalho.

É importante saber se ela tem crianças (caso seja candidata a babá)

Trata-se muito mais de saber sobre a experiência que ela tem com crianças e o nível de entrosamento e aceitação a que ela estará exposta com seus filhos. Crianças precisam ser conquistadas e precisa ter muito jogo de cintura para lidar com elas. Certifique-se de que a sua candidata saiba fazer isso.

Faça perguntas sobre a vida pessoal!

  • Pergunte se tem filhos e quais são as idades deles;
  • Pergunte quem cuida dos filhos, caso sejam pequenos;
  • Pergunte como ela organiza os cuidados com a casa durante as férias escolares de seus filhos;
  • Pergunte se ela tem algum idoso ou acamado que dependa dos cuidados dela;
  • Pergunte se ela costuma faltar ao trabalho com frequência;
  • Pergunte como está a sua saúde;
  • Pergunte se ela costuma ficar usando muito o celular;
  • Pergunte onde ela mora (para verificar a dificuldade de trajeto entre a casa dela e a sua);
  • Pergunte se tem algum impedimento em trabalhar, eventualmente, em hora extra.

Quer saber quem pode te ajudar a contratar e administrar o funcionário doméstico?

É o Doméstica App. Sim, já existe um aplicativo de smartphone que faz tudo o que você precisa para nunca mais precisar acessar o eSocial. Quer conhecer mais o Doméstica App? Acesse aqui e clique na aba Aplicativo Grátis para testar o serviço durante sete dias.

Baixe o Doméstica App agora mesmo:

Baixe no Google Play
Baixe na App Store

Doméstica App é uma startup brasileira que auxilia o empregador com as atribuições fiscais de contratar uma empregada doméstica. Ele facilita processos de controle de ponto e gera folha de pagamento de acordo com a lei das domésticas por um valor muito abaixo do mercado contábil. É o fim da preocupação com multa e processo trabalhista. Saiba mais clicando aqui.