A resposta é sim. Qualquer trabalhador – incluindo a empregada doméstica – deve ser registrada já no período de experiência, desde o seu primeiro dia de trabalho. Nesse caso de admissão em caráter de experiência, deve-ser fazer um contrato de experiência e esse registro deve constar na CTPS também.O trabalhador tem assegurado, mesmo durante o período de experiência da empregada doméstica, todos os direitos trabalhistas vigentes como, por exemplo:
  • salário mínimo;
  • décimo terceiro salário;
  • FGTS;
  • adicional noturno.
Existem muitas dúvidas no que se refere ao período de experiência da empregada doméstica. Um exemplo clássico é a pergunta que dá nome a esse post: a empregada doméstica deve ser registrada durante o período de experiência?Por isso, preparamos este post para sanar suas dúvidas.

Para que serve o período de experiência?

O período de experiência, como o próprio nome já diz, serve para que tanto o empregador quanto o empregado possam desfrutar deste tempo como experiência de adaptação.Ambos devem avaliar, durante este prazo, se o trabalho exercido está de acordo com a suas expectativas. É durante este tempo que ambos analisam as condições necessárias para este trabalho e a confiabilidade existente.Mas para que tudo seja feito dentro da lei, é necessário que o empregador esteja atento para algumas regras.

Como fazer o contrato de trabalho do período de experiência?

O contrato de experiência é de extrema importância pois, além de evitar ações trabalhista, ele especifica os acordos e condições em relação à função que será exercida pelo empregado.Este contrato pode ser renovado apenas uma vez e não deve ultrapassar o período máximo de 90 dias.O esquema mais comum em caso de renovação de contrato de experiência é o que exemplificamos abaixo:
  • 30 dias + 30 dias;
  • 30 dias + 60 dias;
  • 45 dias + 45 dias.

Como fazer a anotação na Carteira de Trabalho durante o período de experiência?

Mesmo no periodo de experiencia, a lei determina que o contrato de experiência deve ser registrado em carteira, isso inclui também o registro na Previdência Social. Essa informação deve constar na página de “anotações gerais” da carteira de trabalho.O empregador tem o prazo de até no máximo 48hs para realizar esta anotação e devolver a carteira para o funcionário.Caso o empregado seja efetivado após o período que foi determinado, não é necessário realizar nenhum novo registro.

Quer saber quem pode te ajudar a administrar o funcionário doméstico?

É o Doméstica App. Sim, já existe um aplicativo de smartphone que faz tudo o que você precisa para nunca mais precisar acessar o eSocial. Quer conhecer mais o Doméstica App? Acesse aqui e clique na aba Aplicativo Grátis para testar o serviço durante sete dias.

Baixe o Doméstica App agora mesmo:

Baixe no Google Play
Baixe na App Store

Doméstica App é uma startup brasileira que auxilia o empregador com as atribuições fiscais de contratar uma empregada doméstica. Ele facilita processos de controle de ponto e gera folha de pagamento de acordo com a lei das domésticas por um valor muito abaixo do mercado contábil. É o fim da preocupação com multa e processo trabalhista. Saiba mais clicando aqui.